quinta-feira, 30 de setembro de 2010

EU VIVO NUM TEMPO SEM GLÓRIAS



EU VIVO NUM TEMPO SEM GLÓRIAS.
UM TEMPO DE PESSOAS TRISTES E INCOMODADAS.
PESSOAS CONFUSAS INDECISAS.
EU VIVO NUM TEMPO SEM GLÓRIAS.
DE PESSOAS SEM CORAGEM DE CONVERSAR.
DE PESSOAS COM O CORAÇÃO FECHADO E OS OLHOS ABERTOS DEMAIS.
DE GENTE INTERESSADA NA FARINHA DESTINADA AO SEU PRATO E MAIS NADA.
EU VIVO NUM TEMPO SEM GLÓRIAS.
DE UM POVO QUE NÃO SABE MAIS OUVIR UMA BOA MÚSICA.
QUE NÃO SABE SEPARAR O QUE É POP DO QUE É ÍNTIMO.
QUE NÃO SABE OUVIR O QUE É MELODIA E O QUE É VITRINE.
EU VIVO NUM TEMPO SEM GLÓRIAS.
UM TEMPO DE GENTE AGRADÁVEL DEMAIS, ATÉ QUE SUA FERIDA SEJA TOCADA.
DE GENTE AMIGA DEMAIS ATÉ QUE O CLAMOR DO OUTRO ACONTEÇA.
DE GENTE BELA PORQUE O PÓ COMPACTO TAMPOU A MARCA DA ESPINHA ATREVIDA.
EU VIVO NUM TEMPO SEM FORÇA.
UM TEMPO EM QUE PESSOAS PAGAM PARA VER NO QUE VAI DAR,
E SE NÃO DER AO SEU FAVOR, PERDEM O QUE PAGARAM.
EU VIVO NUM TEMPO SEM GLÓRIAS.
UM TEMPO DE PESSOAS QUE NÃO SABEM SENTAR NA CALÇADA E TOMAR UM VINHO.
PESSOAS QUE NUNCA PULARAM DA PONTE PARA PEGAR UMA FLOR.
QUE NUNCA ATIRARAM UM DISCO DA SADE ADU NO RIO, PARA DESCONTAR A RAIVA.
UM TEMPO DE PESSOAS QUE NUNCA SOUBERAM O QUE FOI ‘ESTALAGEM, PIANO BAR, MENESTREL, BAR DO ROU, GAM’S, SHOCK.
EU VIVO NUM TEMPO EM QUE AS PESSOAS NÃO LEMBRAM QUANDO O ‘RESTAURANTE MAURÍCIUS’ COLOCAVA MESA NA CALÇADA E TODO MUNDO AMANHECIA LÁ OUVINDO LEGIÃO, CAPITAL INICIAL, INFORMATION SOCIETY E PET SHOP BOYS.
EU VIVO NUM TEMPO SEM GLÓRIAS.
SEM CORAÇÕES CARREGADOS DE VONTADE NOITE ADENTRO.
DE CRIANÇAS SE DESCOBRINDO FÁCIL E CEDO DEMAIS.
DE HOMENS SEM PREFERÊNCIAS, SEM DESISTÊNCIAS OU DECISÕES.
DE MENINOS SEM CORAGEM DE ASSUMIR QUE SÃO HOMENS APESAR DE TUDO.
DE MULHERES MEDROSAS, NOITE ADENTRO COMPETINDO ENTRE SI, POR UM CARINHA QUE AINDA NÃO SABE DO QUE GOSTA.
EU VIVO NUM TEMPO EM QUE NÃO SE BEBE MAIS CERVEJA DO QUE VODKA.
NUM TEMPO EM QUE SE ESQUECE DO JOGO, PORQUE JÁ CRESCE SE SENTINDO VITORIOSO.
EU VIVO SEM MUITO TEMPO.
EU FICO PENSANDO A NOITE TODA QUE PERCO O SONO, EM COMO SERÁ DAQUI A UNS 20 ANOS.
EU VIVO NUM TEMPO SEM GLÓRIAS.
NUM TEMPO DE VIOLÊNCIA E DOR. ATENTADOS E DESGOSTOS.
EU VIVO NUM TEMPO SEM ALGO VERDADEIRAMENTE ESPECIAL.
DE PESSOAS QUE NÃO SABEM O QUE É TER, SER OU CONHECER ALGO VERDADEIRAMENTE ESPECIAL.
ALGO QUE VAI FAZER PARTE DE SUA VIDA, PELA VIDA INTEIRA.
EU VIVO NUM TEMPO DE GENTE QUE RI MUITO, FALA MUITO, MAS SOFRE EM SILÊNCIO.
EU VIVO NESSE TEMPO.


DEDICO ESTE TEXTO PARA: CATARINA, MILA, MOREIRA, NEIVA, RENILDO, MARLENE DO BAR, LIBÉRIO, TIÓLA, MÁRCIA, EDINHA, TONINHO CALADO, CLAUDIA KIARA, CLÉBIA, REGINA NIGEL, AFONSO,JÔ ARRAES, OS CARAS DA SAPATARIA DO GLADISTONE, AILTON DO LA'BORBA, CARLOS (IN MEMORIAN), LILITO, JAIR, EDUARDO (DO BANCO MERCANTIL), DOCINHO, CIDA NEGONA,LÉCIO, ADRIANO E AOS QUE NÃO LEMBRO AGORA , MAS QUE ESCREVEREI AQUI A MEDIDA EM QUE FOR LEMBRANDO.









JUDITE COM MEDO DESTA ESTRADA NÃO DAR EM NADA.
BEIJOS E SONHOS COM ANJOS.

Um comentário:

LM disse...

"NUM TEMPO EM QUE SE ESQUECE DO JOGO, PORQUE JÁ CRESCE SE SENTINDO VITORIOSO." (...)


.... Nem precisa comentar , só me resta parabenizar e agradecer por compartilhar tanto da vida assim !
Abraço